0000009677 dominio publico

periódicos

siape

EduCafé

O time de especialistas da Cocarive realizou uma aula prática de torra e degustação de cafés para os participantes do EduCafé

 

A etapa de torra é reconhecida cada vez mais como fundamental para desenvolver atributos sensoriais à bebida, sobretudo nos cafés especiais. E para apresentar um tema tão nobre no EduCafé, a Cooperativa Regional dos Cafeicultores do Vale do Rio Verde escalou um exímio profissional, o Q-Grader Robson Rodrigues Ribeiro, campeão do 1º Campeonato Brasileiro de Torra de Café, realizado em 2017. Robson demonstrou o passo a passo da torra e deu muitas dicas aos participantes da aula prática realizada na Cocarive em 19 de maio de 2018.

A atividade teve início com algumas explicações teóricas dos traders Wellington Carlos Pereira e Hugo Silva Ferreira sobre degustação, ou prova, de café, além de torra. O time de especialistas foi completado com o provador Q-Grader Luís Fernando Ribeiro Paduan. Eles montaram a mesa de prova e os participantes foram desafiados a degustar e relatar suas impressões sensoriais sobre 5 amostras preparadas para diferenciar os cafés com defeitos dos especiais, sendo elas: cafés – verde, velho, riado rio, cereja descascado de 83 pontos e natural de 90 pontos.

Como era previsto, os alunos do EduCafé, às cegas, tenderam a apreciar mais os cafés com defeitos, que possuem sabor, aroma e outros atributos sensoriais mais parecidos com o do café convencional disponível no mercado. Isso ocorre porque o cérebro humano vai armazenando referencias de aroma e sabor que são associadas automaticamente a tudo que se come ou se bebe. Depois desta primeira seção, foi realizada a prova dos cafés torrados na aula prática nos pontos de torra clara, média e escura. Todos ficaram impressionados com a diferença de sabores que os cafés podem adquirir apenas devido a torra.

Ficou bem evidente para todos que os cafés são bastante distintos e que o interessado em trabalhar com degustação deve treinar bastante para aperfeiçoar e ou desenvolver sua capacidade de provador; mas o mercado é amplo e têm aumentado a participação feminina. Além de altamente instrutiva, a aula foi divertida!

Sobre esta atividade, a aluna Ester Nazareth Policarpo da Graça, do Módulo III do Curso Técnico em Alimentos, destaca: “_depois de várias palestras com pessoas sábias no requisito café especial, o IF e a Cocarive nos proporcionaram uma aula prática para conhecermos técnicas de degustação. Isso acrescentou muito na nossa bagagem acadêmica e eu tenho, hoje, uma nova perspectiva para a vida profissional. Saio da Cocarive com uma outra visão para o mercado e agradeço a dedicação de todos os profissionais que estão contribuindo conosco”!

EduCafé – ações educativas em café tem apresentado a cadeia do café especial aos alunos do Curso Técnico em Alimentos e aos técnicos em alimentos formados no Campus Avançado Carmo de Minas.
Palestras são proferidas por profissionais especialistas em cada tema, representando empresas e instituições da região, o que fortalece a formação de mão de obra pelo Campus Avançado Carmo de Minas e o contato dos alunos e técnicos em alimentos com o mercado de trabalho.

Confira as fotos!

 

 

Texto e fotos: Lílian Vanessa Silva
Publicado em 25 de Maio de 2018.