0000009677 dominio publico

periódicos

siape

Festival de Queijos e Azeite

 Professor do Campus Avançado Carmo de Minas participa como jurado em Concurso de Queijo

 

img 4297A cidade de Alagoa, MG localizada no Sul e Minas na região das Terras Altas da Mantiqueira, possui em torno de 120 produtores de queijos artesanais, sendo uma atividade de importante participação socioeconômica, pois a manufatura de queijo no meio rural gera ocupação e renda promovendo a fixação da família no campo.

Anualmente, promovido por meio da EMATER, o Festival do Queijo e Azeite, tem por objetivo contemplar o melhor Queijo Artesanal produzido de forma rústica e tradicional naquele município além de ofertar ao público azeites produzidos por produtores da região de Alagoa, com característica diferenciadas e peculiares.

Os organizadores do evento selecionaram vinte queijos de produtores para participarem do Festival, sendo classificado como o melhor queijo Artesanal até o quinto colocado.

O extensionista da EMATER, Júlio César Fleming Seabra, que coordenou o evento, ressaltou da importância da organização de ações como esta, pois é dedicado aos produtores rurais e na valorização de seus produtos.

O professor Adriano Alvarenga Gajo, que leciona no curso Técnico em Alimentos do Avançado Carmo de Minas, participou como membro da banca julgadora. O referido professor coordena um projeto de pesquisa que oferece apoio técnico aos produtores de queijos artesanais de Alagoa com a colaboração da professora Belami Cássia da Silva, também docente do mesmo campus, e as alunas Thaís Maria da Silva do módulo III e Ana Carolina Alves do módulo I, ambas do curso Técnico em Alimentos.

Para o professor Adriano, “ter participado e contribuindo para um evento que envolve a agricultura familiar, me deixa muito honrado. O queijo é uma das identidades que representam a imagem mineira, devemos valorizá-la e incentivá-la. Alagoa merece reconhecimento do queijo artesanal que produz, pois é um produto com características e identidade própria tendo um sabor único. ”

 

Publicado em 08 de junho de 2017.